Como a tecnologia está influenciando a vivência de migrantes e refugiados?

Mídias sociais e tecnologia móvel tornaram-se necessidades básicas tão importantes quanto comida e abrigo para migrantes e refugiados por todo o mundo. Elas têm mudado até mesmo oferta e procura entre contrabandistas e refugiados na Europa, derrubando os preços, conforme as pessoas que já fizeram a viagem compartilham a sua experiência, incluindo coordenadas de GPS e todas as outras informações que você precisa para “Se contrabandear para a Europa sem um traficante”.

 

Assim que chegar ao seu destino, migrante, expatriado ou refugiado, a primeira coisa a fazer é comprar um cartão SIM e internet móvel ou Wi-Fi. Assim você pode encontrar dezenas de aplicativos colaborativos e sites para ajudar você a encontrar comida, aprender a língua e localizar o abrigo.

 

Abaixo estão algumas destas iniciativas incríveis, esta lista não está completa, então se você encontrar outros aplicativos úteis ou sites para estas categorias por favor deixe um comentário e vou adicioná-los!

 

  1. Conectividade

A primeira coisa que precisamos é de acesso à internet. Então, começando com apps que tornam possível para o seu dispositivo fornecer Wi-Fi gratuito para as pessoas ao seu redor , em seguida, indo para lugares onde você pode obter acesso Wi-Fi:

 

-A maioria das universidades ao redor do mundo têm a rede Wi-Fi Eduroam, você pode entrar nela com as credenciais que você usou para acessar a Eduroam na sua universidade local. Provavelmente, você também pode encontrar estudantes amigáveis nos escritórios internacionais ou centros acadêmicos, que poderão ajudar com isso.

-Também existem muitos sites que localizam pontos de Wi-Fi em todo o mundo.

 

  1. Comida

Muitos aplicativos e sites conectam você a uma rede de pessoas que têm muito de uma determinada fruta ou vegetal em seus jardins e querem trocar ou doar essa comida extra a alguém em necessidade:

http://neighborhoodfruit.com/

Outros sites irão ajudá-lo a encontrar frutas e legumes nas áreas públicas e te explicar as regras para pegá-los:

http://mundraub.org/

No entanto, como ambos os acima são dependentes de produtos sazonais, você também pode conferir http://fallingfruit.org/ cujos mapas incluem outros lugares que fornecem alimento barato ou gratuito.

 

  1. Linguagem

Convenhamos, já há uma tonelada de dicionários on-line gratuitos e apps de aprendizagem de línguas, mas, como migrante ou refugiado, o que você precisa é geralmente mais específico, felizmente, há também bastante sites e aplicativos para isso. O próprio bab.la é um dicionário gratuito e possui um ótimo guia de frases sobre migração.

 

  1. Trabalho

Agora, isto é um pouco mais complicado, refugiados são particularmente vulneráveis a esse problema, já que a espera por vistos e autorizações de residência que permitem o trabalho pode ser muito longa. Aqui uma iniciativa brasileira destaca-se, Migraflix. Eles transformaram a relação entre migrantes e nacionais, com os migrantes oferecendo cursos sobre sua cultura, comida, música e linguagem para o povo local. Assim, os migrantes não são mais as pessoas que estão desamparadas e precisam de receber ajuda da população e governo locais, mas os provedores de serviços e produtos, e os locais são quem recebe e aprende com eles.

 

Se você conhece qualquer outra iniciativa como estas, nos diga ali nos comentários!

 

Por último, mas não menos importante, para os refugiados em particular, aqui estão algumas iniciativas para informação, alojamento e outras necessidades fundamentais:

 

Refugees Welcome– conecta você a uma rede de pessoas que estão hospedando refugiados.

 

Migration AID – ajuda refugiados chegados à Hungria para chegar os campos ou viajar para a frente.

 

Apps For Refugees – fornece aplicativos gratuitos sobre todas as necessidades básicas, desde educação a mapas.

 

banner_pt

[English]

You might also like: