Comofas: Um guia sobre a escrita dos brasileiros na internet

Você está se correspondendo com um brasileiro para melhorar o seu português? Parabéns… e boa sorte! Por quê? Porque mesmo que você tenha dominado as mais rebuscadas formas da escrita e possua um rico vocabulário aqui, no mundo selvagem da internet, elas não valem muita coisa.

PT internetês intext3
How to proceed?

Você já sabe de artigos anteriores que a cultura brasileira valoriza e incentiva a informalidade. Então ao ler a correspondência escrita por alguém daquele país, você provavelmente vai encontrar muitas abreviações e gírias.  

Acontece com todas as línguas contemporâneas depois que seus falantes são expostos às novas tecnologias. Para economizar tempo e por limita­ções de espaço, os usuários criam espontaneamente um grupo de abreviações que acabam se popularizando. Nós chamamos isso de linguagem SMS ou textese. Para facilitar a sua vida, aí vai uma tabela com as abreviações mais comuns.

PT internetês intext1

Mas não é só isso!

PT internetês intext2
Dude, tell me the truth

Sim, tem mais, cachorro de olhos tristes. Há pelo menos dois outros tipos de estilos de escrita para a internet usada pelos brasileiros. Elas são usadas principalmente  por jovens e adolescentes: o tiopês e o miguxês.

Miguxês: usado principalmente por adolescentes. O nome vem de miguxo, uma gíria para se referir a um amigo próximo. A intenção é transmitir uma forma mais carinhosa e infantilizada de escrita. Você vira vuxeh ou vuxeix. Não vira nawn. Escreveu vira ixkrevew. Essa forma de escrita está se tornando cada vez menos popular.

Tiopês: Usado como uma forma de sátira aos erros de digitação, gramática e ortografia, esse termo vem da digitação incorreta (tiop) da palavra tipo. O objetivo aqui é fazer piada com usuários de internet com menos conhecimentos da língua. O tiopês também usa memes para invocar piadas internas da subcultura.

[English]

You might also like: