Dança ou arte marcial?

BufferShare

A capoeira é uma arte marcial brasileira desenvolvida por escravos africanos fortemente caracterizada por sua musicalidade, característica que a difere das outras artes marciais. Os praticantes dessa arte aprendem, além da luta, a tocar os instrumentos, sendo o principal o berimbau, e também a cantar. A música é o que determina o estilo e ritmo da capoeira, e foi introduzida para que os escravizadores acreditassem que os escravos estavam apenas dançando e não desenvolvendo uma arte marcial.

Na época da colonização portuguesa, os escravos trazidos da África eram a principal mão de obra no Brasil, trabalhando nas lavouras de cana-de-açúcar, principal atividade econômica da época, em condições desumanas e frequentemente punidos fisicamente. Nesse ambiente hostil começou a surgir a capoeira, uma maneira que o escravo encontrou para sua sobrevivência às perseguições armadas a suas fugas. Muitos dos escravos fugitivos começaram a formar assentamentos, os chamados quilombos, onde podiam manter suas tradições culturais e religiosas, liberdade cultural a qual começou a atrair também europeus fugitivos da repressão da igreja católica. Nesses grupos quilombolas multiétnicos, a capoeira passou de ferramenta para a sobrevivência individual a uma arte marcial com intuito militar. As tropas coloniais diversas vezes atacaram esses assentamentos, sendo o maior deles, o Quilombo dos Palmares, resistente a dezenas de ataques da colônia utilizando esta técnica de ginga e luta.

Com a abolição da escravatura no Brasil em 1888, os negros, sem moradia e trabalho, eram desprezados pela sociedade e foram marginalizados. Com isso, praticantes da capoeira começaram a utilizar a técnica para trabalhos violentos como assassinatos profissionais. Assim, em 1890, a capoeira foi proibida no Brasil e aqueles que fossem vistos praticando-a eram presos e torturados. Dessa maneira, a roda de capoeira era apenas praticada em locais afastados e escondidos.

Apenas cerca de quarenta anos depois, com uma reformulação da capoeira com a adição de movimentos de outras artes marciais através do trabalho do mestre Bimba, e com a sua fundação da primeira academia de capoeira em Salvador, a capoeira finalmente deixou a ilegalidade e foi extinta do Código Penal brasileiro. Em 1941, mestre Pastinha inaugurou o Centro Esportivo de Capoeira Angola, atraindo os capoeiristas que preferiam a arte marcial em sua forma original. A capoeira é hoje considerada patrimônio Cultural Imaterial do Brasil e foi difundida a diversos outros países, sendo importante símbolo da cultura afro-brasileira.

[English]

You might also like:

BufferShare