Interjeições e expressões populares no Brasil

Buffer

[English]

Pesquisando em diferentes dicionários, encontrei algumas definições para a palavra interjeição, que embora distintas umas das outras, chegam ao mesmo ponto: as interjeições são palavras ou locuções que exprimem sentimentos e emoções, por vezes de forma enfática.

O Brasil agrega características que favorecem a invenção e o uso de um número considerável de interjeições e expressões populares: seu território é extenso e seu povo, emotivo, criativo e de forte influência religiosa. A maioria das expressões abaixo é de origem religiosa e é usada em todo país. Algumas interjeições e suas variantes são mais populares em determinadas regiões, com diferença na entonação a depender do lugar em que são faladas.

1. “Afff..”. – vem de “Ave Maria”, que virou “Aff Maria” e então, “Aff“. Pode indicar desaprovação, insatisfação ou impaciência.
P.ex.: Aff, você vai falar sobre isto de novo?

2. “Nossa!” – de “Nossa Senhora”. Aparece também nas versões “Nó!“,“Nooooooh!”, “Nossss” e “Nó Senhora!” e indica espanto ou admiração.
P.ex.: Nossa, que carrão!

3. “Vixe Maria!”- mais uma de origem religiosa. Originalmente “Virgem Maria”, pode também ser ouvida como “Vixe”,“ Víiii”, “Vixxxx”.
P.ex.: - Sua mãe ta chegando e a gente ainda não arrumou o quarto! -Vixe Maria!

4. “Meu Jesus!”- também pode ser “Ai Jesus!”, “Ai meu Jesus Cristinho!”. Todas usadas demonstrar surpresa ou medo.
P.ex.: Ao lavar os pratos, caiu um no chão. “Ai Jesus!”

5. “Humm!” – também aparece na versão “Humm, sei não.” Demonstra dúvida, incredulidade sobre o assunto ou a pessoa.
P.ex.: -Brad Pitt ligou para você. -Humm!

6. “Ué!”- indica espanto, surpresa, questionamento.
P.ex.: Um amigo que deveria chegar às 10:00h chega às 8:00h. Alguém diz: “Ué, já chegou?”

7. “Então…”- usado quando não se tem mais nada pra dizer, quando se quer mudar de tópico ou começar uma nova conversa.
P.ex.: Então, quando você se forma?

8. “Porra!”- pode ser utilizada em diversos contextos, expressando contrariedade, surpresa, admiração.
P.ex.: Porra, esqueci minha carteira em casa!

Existem diversas outras interjeições e expressões típicas de determinadas regiões do Brasil. Uma especifica do estado da Bahia, virou filme: Ó pai, ó! (2007, escrito e dirigido por Monique Gardenberg). Quando o filme foi lançado, as pessoas de outros estados não sabiam o que a expressão significava. Em um dos principais noticiários do país, ao falar sobre o filme, era raro um jornalista acertar a pronúncia. A expressão é usada para chamar a atenção de alguém para algum fato ou acontecimento e quer dizer: “Olha para isso, olha!”

You might also like:

Buffer