Dom Pedro II, Último Imperador do Brasil

Dom Pedro II (1825-1891) foi o último imperador do Brasil, reinando por mais de 58 anos. O Imperador teve uma infância e adolescência solitária, com raros momentos de felicidade; ele passou a maior parte do tempo estudando em preparação para reinar.
Pedro se tornou um líder forte, comprometido e devotado ao seu país e seu povo. Ele era paciente, tolerante, progressivo e reinava prestando atenção a opinião pública e dialogando com ambos partidos liberais e conservadores.

EnPt_Dom Pedro_intext1

Sob seu reinado, o Império do Brasil se distinguiu do resto da américa hispânica. O Império era politicamente estável, garantia liberdade de expressão, respeitava os direitos civis e tinha um rápido crescimento econômico. O brasil foi vitorioso em três conflitos internacionais, e também disputas internacionais e domésticas.

Apesar da forte oposição, Pedro II fazia campanha pelo fim da escravidão. A abolição eventualmente aconteceu, com a Lei Áurea, ratificada por sua filha, a princesa Isabel. O imperador estava doente quando recebeu notícia sobre a nova lei, ele murmurou, “Demos graças a Deus. Grande povo! Grande povo! ” Um veemente apoiador do aprendizado, ciência e cultura, ele recebeu o respeito de intelectuais como Charles Darwin, Friedrich Nietzsche e era amigo de Richard Wagner, Louis Pasteur, Alexander Graham Bell entre outros.
Charles Darwin disse sobre ele “O imperador faz tanto pela ciência, que todo sábio é obrigado a demonstrar a ele o mais completo respeito.”

EnPt_Dom Pedro_intext2

O reina do de Pedro II acabou de repente com um golpe de estado, suportado por um pequeno grupo de líderes militares. Apesar de estar no ápice de sua popularidade, o imperador não tentou resistir, ele via sua posição como uma tarefa e não um privilégio, tinha se cansado de reinar. Ele simplesmente comentou, “Se assim é, será minha aposentadoria. Trabalhei demais e estou cansado. Agora vou descansar”.

EnPt_Dom Pedro_intext3

Nos anos seguintes a morte do imperador em exílio, o novo governo brasileiro, incapaz de governar com a mesma competência do monarca, reconheceram a importância de Pedro II para a estabilidade do Brasil. Seus restos mortais foram retornados ao Brasil e ele recebeu um funeral de estado apropriado, com um feriado nacional e a comoção da maior parte da nação.

banner_pt
[English]

 

You might also like: