O sabor Brasileiro no exterior

Toda quinta-feira a bab.la tem um almoço cultural: um membro da equipe faz uma refeição típica em seu país para todo o time. E já na minha terceira semana eu tenho que representar o Brasil em um banquete, mais a sobremesa! Mas o que eu achava que seria uma tarefa fácil e divertida está sendo bem mais difícil do que eu esperava…

Ras67/Wikimedia Commons
Ras67/Wikimedia Commons

Primeiro porque eu tenho que cozinhar para um grupo bastante grande, depois porque comida Brasileira já não é tão fácil de fazer quando não se está no Brasil e não temos a mesma variedade de ingredientes. Depois de pesquisar algumas receitas e depoimentos de Brasileiros vivendo no exterior eu comecei a entender que, no final das contas, nós temos que dar o “jeitinho Brasileiro” até quando o assunto é encontrar os ingredientes certos.

Farofa de farinha? Eu acho que não – A farinha de mandioca (um ingrediente amplamente difundido na culinária Brasileira e encontrado também em vários países da África), apesar de ser muito comum e barata no Brasil, em outros países é uma iguaria tão rara (e cara!) quanto o caviar. Eu só encontrei um lugar que oferece o produto em Hamburgo, e por quase seis vezes o preço Brasileiro. Mas depois de comer uma farofa (guarnição que acompanha vários pratos) feita por uma amiga em Malta, ela me contou que o segredo de fazer uma boa farofa-sem-farinha é substituir a mandioca por farinha de rosca, a mesma que se utiliza para cobrir comidas fritas. O gosto fica praticamente o mesmo!

Christian "VisualBeo" Horvat/Wikimedia Commons
Christian “VisualBeo” Horvat/Wikimedia Commons

Caipiroska, a prima Russa da Caipirinha – A caipirinha é, sem sombra de dúvidas, o coquetel mais famoso do Brasil. Feita da mistura de cachaça (bebida alcoólica à base de cana-de-açúcar), açúcar, gelo picado e limões amassados no pilão, ela se torna um desafio de encontrar em outros países com o mesmo nível de qualidade do Brasil. Em alguns bares da Europa uma única dose de caipirinha chega a custar mais que uma garrafa inteira de cachaça no Brasil. Mas uma boa opção para aproveitar esse coquetel super refrescante é substituir a cachaça por vodka, e assim se faz a caipiroska, versão também bastante popular da caipirinha e preferida por muitos, já que a ressaca de caipirinha é bem pior que a de caipiroska.

Dica: ao colocar algumas folhas de hortelã na sua caipiroska, ela fica ainda mais refrescante e é uma boa opção para os que também gostam de mojitos!

Brigadeiro e Coxinha, patrimônio imaterial Brasileiro – Algo que é bastante curiso, porém, são o brigadeiro e a coxinha. Ambas receitas são comuns em festas de aniversário (como eu mencionei no artigo sobre festas de aniversário, e ambas são feitas com ingredientes que se podem encontrar em praticamente qualquer lugar! Com isso, parece muito estranho que só no Brasil eles são tão comuns.

No final das contas, eu tive que fazer várias adaptações e tentativas para que meu almoço desse certo, só espero que o sabor de comida caseira Brasileira não fique comprometido.

E você? Existe algum ingrediente que só existe no seu país?


[English]


You might also like: